Outubro Rosa

O câncer de mama é uma doença que afeta mais de 2 milhões de pessoas por ano, no Brasil. Por isso, o Minas realizou, pelo segundo ano consecutivo, através do patrocínio da nossa primeira dama Rose Natal, o café da manhã do Outubro Rosa.
É um momento para as mulheres se reunirem e discutirem sobre suas experiências a respeito dessa doença, que é um problema tão sério e afeta milhões.
No outubro rosa desse ano, a manhã contou com uma palestra dos tatuadores Daniel Kern e Bruno Tinta. Eles possuem um trabalho voluntário de reconstrução da auréola em pacientes que colocam silicone. O valor cobrado por eles é apenas o do material utilizado para a realização da tatuagem. Trata-se de uma tatuagem 3D e que fica perfeita. É um trabalho muito bonito que ajuda a reforçar a autoestima das mulheres que passaram pelo processo de reconstrução da mama.

Resultado da tatuagem 3D realizada por Daniel e Bruno

Você pode ver mais do trabalho deles no Instagram: @danielkern_tattoo.
Como todo cuidado é importante, o café da manhã também contou com a palestra da Dra. Thereza Racquel de Mello, especialista em câncer de mama. Ela discursou sobre como identificar o caroço, procedimentos médicos para tratar a doença, exames importantes para identificação e ainda respondeu às diversas perguntas das mulheres presentes. Como brinde, ela nos presenteou com uma cópia do seu livro “Nossa história, nosso milagre“, para ser sorteado ao final da manhã. O livro reúne histórias de pacientes que contam como passaram por cada etapa da doença, desde a descoberta do câncer, até a sua cura.
A manhã ainda contou com o depoimento de Dalva, que venceu a batalha contra o câncer de mama e realizou o processo da tatuagem com Daniel e Bruno. Ela contou uma forte história de superação e se mostrou uma verdadeira guerreira.
Após todas as palestras e histórias, nada melhor do que um momento de descontração e, para isso, as mulheres presentes puderam participar de uma aula de auto maquiagem, com a maquiadora Nádia Valadares. Ela maquiou a nossa associada Isabela Gieseler Pinheiro, enquanto dava dicas e truques sobre a técnica.

Nádia maquiando Isabela durante a aula de automaquiagem

Foi uma manhã importante, que deu lugar para que histórias pudessem ser compartilhadas e experiências trocadas. Sempre com o intuito de ajudar a conscientizar sobre a doença, e mostrar que ela não é o fim, apenas mais uma etapa a ser superada.
Esperamos continuar promovendo momentos como esse e, cada vez mais, atingir o máximo de pessoas possível.

Compartilhar é participar do clube!

shares